Aguarde...

VOLUNTARIADO

 

A Universidade Johns Hopkins, uma das mais conceituadas com sede nos Estados Unidos, coordenou uma pesquisa em 35 países, incluindo o Brasil, e constatou que as organizações sociais sem fins lucrativos empregam 39,5 milhões de pessoas, equivalente a 6,8% da população global economicamente ativa.

 

Estas organizações administram recursos privados para fins públicos, formando o terceiro setor. No Brasil, onde a pesquisa foi coordenada pelo Instituto de Estudos da Religião (ISER), o setor já conta com 1,2 milhão de trabalhadores e 1,5 milhão de voluntários, movimenta R$ 12 bilhões por ano em mais de 250 mil organizações.

 

A Adolfo Turrion apoia e contribui ativamente com uma dessas organizações, o IPP - Instituto Profissionalizante Paulista que trabalha com a inserção social construtiva de jovens vulneráveis no mercado de trabalho, tendo alcançado o número de mais de 7.000 jovens colocados até hoje.

 

O IPP é uma ONG pertencente ao Rotary devidamente registrada no CMDCA/SP - Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, sob n° 1174/2006, que viabiliza o treinamento e a colocação no mundo do trabalho de jovens entre 14 e 24 anos, provenientes de famílias em situação de vulnerabilidade.

 

Cremos que a educação possui impacto em todas as áreas de nossa vida e é um direito fundamental que ajuda não só no desenvolvimento de um país, mas também de cada indivíduo. Sua importância vai além do aumento da renda individual ou das chances de se obter um emprego. Por meio dela, garantimos nosso desenvolvimento social, econômico e cultural. 

 

Com essas ações e o propósito de servir ao próximo de forma efetiva criamos vínculos, avançamos em nossas carreiras e vivemos experiências incríveis e muitas vezes emocionantes. Com o IPP e com o Rotary aprendemos e incorporamos à cultura da nossa empresa o principal lema do Rotary - “Dar de si antes de pensar em si” - que remete à nossa preocupação constante com o bem estar de nossos colaboradores, de suas famílias e da comunidade onde estamos inseridos.

 

Para conhecer um pouco mais do trabalho realizado pelo IPP acesse ipp.org.br