Aguarde...

O uso do sneaker com os costumes no dia a dia

O homem moderno pode se vestir como um “James Bond”, preferencialmente, com um costume feito sob medida, uma boa camisa e... um sneaker!... para o seu dia a dia.

Um bom par de sneakers fará você sentir-se como se estivesse recebendo um abraço nos pés toda vez que os usa. É certo que os abraços foram proibidos no decorrer da pandemia, porém eles são sempre muito bem vindos e traduzem uma sensação de acolhimento e aconchego.

Recomendamos uma estampa neutra clara como um macio nobuck bege ou branco, sem nenhuma marca aparente, o que consideramos um luxo, que irá compor um elegante visual com o seu novo costume azul marinho e uma camisa branca. As elegantes e confortáveis tiras de elástico dão um ar vanguardista e moderno de século XXI para tornar o seu retorno à realidade um pouco mais fácil, mais sexy e, por último, mas não menos importante, divertido!

Os sneakers podem ser usados sem meias em dias mais quentes e, nos mais frios, com meias. Porém não podíamos deixar de compor um look ousado com o detalhe da cor escolhida contrastando com a cor azul formal do costume, um verde musgo que combina com o lenço de lapela que dá um toque final sofisticado ao visual.

O sneaker da foto é um dos campeões de vendas da Adolfo Turrion, o Grisel em nobuck na cor Sieno, meias da Burberry inglesa, lenço da Berluti francesa e camisa e costume do estilista brasileiro Fabrizo Allur, com quem a Adolfo Turrion possui uma parceria de desenvolvimento. O paletó, o Milano, foi fruto do desenvolvido conjunto pessoal com o Fabrizio e levou cerca de 9 meses para ser concluído e estar disponível para o mercado.

Não nos esquecendo que a composição da imagem não é só visual, mas o cheiro é extremamente importante, e talvez seja devido ao fato de que todos nós estivemos confinados por tanto tempo ou porque os perfumistas estão se sentindo extra libidinosos após meses de bloqueio, todos os grandes lançamentos de fragrâncias masculinas são tão sexys quanto masculinos. Do novo Eros EDP da Versace, que, diz Donatella, foi inspirado por um “deus grego”, o inimitável William Penhaligon encharcado de vetiver (cuja garrafa vem com uma tampa em forma de cabeça de carneiro), ao Ultra Blue da Montblanc imbuído de um acorde metálico marinho que esfrega contra a rica base âmbar com uma elegância áspera. Descubra o que melhor combina com a sua pele e dê um toque de testosterona ao seu look.

Por Marco Antonio Jordão